Nahim x Garotinho: irmãos discutem ao vivo na Rádio Diário FM

08/10/2011 12:59

Do Ururau

O presidente da Câmara Municipal, Nelson Nahim (PPL), esteve na manhã deste sábado (08/10), na Rádio Diário FM em Campos, onde o seu irmão, o deputado federal Anthony Garotinho (PR) participava do programa “Entrevista Coletiva”. Os irmãos trocaram farpas no ar e o programa foi interrompido pelo apresentador Carlos Cunha.

O clima já começou a mudar quando o presidente da Câmara chegou ao estúdio para participar, mesmo sem ter sido convidado. Desta forma, Garotinho anunciou a chegada do irmão, lhe concedeu a palavra e levantou-se, deixando o estúdio.

Nahim começou sua participação dizendo que tomou posse como prefeito interino na última semana, contrariando o pedido do irmão, pois estava cumprindo uma decisão judicial e que ele não poderia saber a que momento Rosinha conseguiria a liminar para ser reconduzida ao cargo. Nahim declarou que aguardava o retorno do irmão e que estranhava a demora de ser retorno do banheiro, conforme foi informado de onde Garotinho teria ido.

Quando soube que o irmão havia dado essa declaração, a de que gostaria de debater com ele no ar e lamentava ter deixado a rádio, Garotinho retornou ao estúdio e assim teve início a toda a confusão.

Garotinho declarou que Nahim sofre da síndrome da traição e da inveja, e que durante as eleições para o Governo do Estado, Nahim foi aos microfones de rádio criticá-lo. “Você não foi para a oposição agora, você sempre esteve lá”, atacou Garotinho.

“Eu só trato política com você novamente depois que me pedir desculpas publicamente por ter me chamado de desequilibrado. Você envolveu nossa mãe nessa história e não deveria ter feito isso. Você não tem juízo, você joga baixo. A minha arma é a palavra, a sua é o punhal”, disse Garotinho, alegando que o irmão queria tomar o lugar de Rosinha na base do “golpe”. “Carlos Cunha o programa é seu, faz o que você quiser. Pra mim acabou, não tem conversa com você, vá pra oposição”, disse Garotinho no momento em que se levantou e deixou a rádio novamente.

Nahim declarou em pouco tempo que teve: “Não teve nada disso, eu não coloquei a nossa mãe nessa história”.

O programa foi para o intervalo. Ainda no estúdio Nahim na presença do vereador Abdu Neme e de vários vereadores e do apresentador Carlos Cunha, disse: “Isso tudo que ele (Garotinho) fez foi uma covardia. Ele não deixa ninguém falar, só ele que fala. Fez papel de moleque”.

“Não era conversa para se ter na rádio e sim de forma reservada. Eu sabia que ia acabar assim”, declarou o vereador Abdu Neme.

Quem também estava na rádio era o filho de Nelson Nahim, Helio Montezano. “Se eu soubesse que Garotinho estava aqui eu não deixava meu pai vir”.

Wladimir Matheus, filho de Garotinho e presidente do PR Campos, entrou no ar e declarou: "Meu tio foi imprudente, mas a família intervir para cicatrizar a ferida".